A Polícia Federal brasileira anunciou esta segunda-feira que prendeu, entre sexta-feira e domingo, cinco pessoas que tentavam embarcar para a Europa e Ásia com mais de 40 quilogramas de cocaína através do Aeroporto Internacional de São Paulo.

Uma mala com destino a Barcelona, em Espanha, foi intercetada na sexta-feira por “suspeitas de conter conteúdo ilícito”, segundo as autoridades.

O proprietário da mala, um brasileiro de 24 anos, foi localizado e preso após os peritos federais encontrarem mais de três quilos de cocaína num fundo falso da bagagem.

No sábado, a Polícia Federal (PF) prendeu uma brasileira de 23 anos, que tinha como destino Portugal, e que na sua mala transportava 27 quilogramas de cocaína, prensados em forma de 27 tijolos.

A mala foi intercetada ao passar pelos sensores de raio-X, momento em que os agentes detetaram os estupefacientes.

Ainda no mesmo dia, um casal de bolivianos, de 27 e 23 anos, preparava-se para efetuar o check-in para um voo com destino a Mumbai, na Índia, quando foram encontrados com cerca de oito quilos de cocaína em fundos falsos das suas malas.

Já no domingo, um outro passageiro tentou embarcar para Portugal com três quilos de cocaína, também ocultos em fundos falsos de uma das suas bagagens.

A droga foi encontrada por agentes policiais, que questionaram o homem, um brasileiro de 32 anos, junto ao balcão de check-in e “desconfiaram das suas respostas acerca dos motivos da sua viagem”, segundo a PF.

As autoridades brasileiras informaram que os presos foram conduzidos para prisões estaduais, onde ficarão a aguardar o desenvolvimento dos processos criminais.