A Coreia do Norte terá disparado dois projéteis não identificados, adiantou a guarda costeira japonesa. A informação foi confirmada mais tarde pelo exército sul-coreano segundo a  televisão inglesa Sky News, que adianta que o destino dos presumíveis mísseis foi o mar sem que entrasse na zona económica exclusiva ou no espaço aéreo do Japão.

Oficiais militares da Coreia do Sul revelaram entretanto a trajetória dos projéteis, que saíram do nordeste da Coreia do Norte, da província de Hamgyong do Sul, e seguiram rumo ao norte.

O lançamento realiza-se exatamente três dias depois de Pyongyang ter revelado a realização de exercícios militares de artilharia junto à fronteira marítima com o Japão. Esta pode ser uma medida de pressão sobre os Estados Unidos, para que se convoque uma nova cimeira sobre o armamento nuclear, afirma a agência Lusa.

O caso desta quinta-feira é semelhante ao de 31 de outubro, quando a Coreia do Norte terá também lançado vários projéteis não identificados. Na altura, a guarda costeira japonesa foi também quem deu o alerta, sem revelar grandes detalhes.

Este é o 13º lançamento da Coreia do Norte registado este ano.