Por um lado, Portugal calhou no chamado “grupo da morte”, o teoricamente mais exigente de todos, com as últimas duas campeãs do mundo; por outro, Portugal ficou no Grupo F cujas cidades-sede são Munique e Budapeste, o agrupamento cujos locais que vão receber jogos têm menor distância entre si.

Se no Grupo A, com Itália, Turquia, País de Gales e Suíça, os jogos vão obrigar a deslocações de mais de quatro mil quilómetros de Roma, a capital italiana, até Baku, no Azerbaijão, o Grupo F de Portugal vai ser disputado entre a Alemanha e a Hungria e entre duas cidades separadas por 650 quilómetros, ou seja, por um voo direto de pouco mais de uma hora.

Portugal vai jogar contra a Alemanha no Allianz Arena, o estádio do Bayern Munique

A Seleção Nacional já sabe que vai arrancar o Euro 2020 contra o adversário que ainda não conhece, ou seja, com um dos vencedores do playoff, a 16 de junho em Budapeste, no Puskás Aréna, o estádio nacional da Hungria. O segundo jogo, contra a Alemanha, está marcado para 20 de junho no Allianz Arena de Munique, o estádio do Bayern, e o último compromisso da fase de grupos, contra França, é novamente na capital húngara a 24 de junho.

O Puskás Aréna, em Budapeste, vai receber dois jogos da Seleção Nacional na fase de grupos

De recordar que são apurados para os oitavos de final do Campeonato da Europa os dois primeiros classificados de cada um dos seis grupos e ainda os quatro melhores terceiros. Caso fique em primeiro no Grupo F, Portugal continua a jogar na Hungria e cruza com o terceiro classificado do Grupo A, B ou C; se ficar em segundo, emparelha com o vencedor do Grupo D (onde está a Inglaterra) e joga em Dublin, na Irlanda; e se for um dos melhores terceiros, encontra o vencedor do Grupo B, que tem a Bélgica.

Portugal só vai então saber em março a última seleção a integrar o Grupo F: Roménia, Bulgária, Islândia e Hungria estão no playoff diretamente ligado ao grupo da Seleção mas, em cenário de vitória da seleção romena, a equipa acaba por ser deslocada para o Grupo C por ter de disputar pelo menos dois jogos em casa, em Bucareste. Assim, calhava no Grupo F o vencedor do playoff que vai ser disputado pela Geórgia, pela Bielorrússia, pela Macedónia do Norte e ainda pelo Kosovo.