O advogado das cinco mulheres que acusam o milionário Jeffrey Epstein de ter abusado sexualmente delas quando eram menores, bem como de as expor a abusos sexuais por parte de amigos seus, anunciou à BBC que se prepara para apresentar uma intimação ao príncipe André para que testemunhe nos Estados Unidos, em todos os cinco casos, incluindo o de Virginia Giuffre, que acusa André de ter abusado sexualmente dela.

“Uma das coisas que temos tentado fazer é inquirir o príncipe André e tentar perceber qual é a explicação dele. Ele era uma visita habitual [de Epstein]”, declarou o advogado, David Boies, ao canal britânico. “Eles devem submeter-se a interrogatórios. Devem falar sobre isto.”

Isto significa, na prática, que se o príncipe André viajar para os Estados Unidos será obrigado a testemunhar, por ordem de um juiz.

“A existência de intimações — exigências de um testemunho apoiadas por um tribunal — faz com que qualquer visita do príncipe aos EUA se torne muito improvável”, analisou o correspondente real da BBC, Jonny Dymond.

É algo extraordinário: o segundo filho da Rainha está agora na prática impedido de viajar para os Estados Unidos, a não ser que queira ser forçado a depor”, acrescentou o especialista em assuntos da Família Real britânica.

A notícia surgiu cerca de uma hora depois da BBC emitir a entrevista a uma das vítimas de Epstein (que entretanto se suicidou na prisão), Virginia Giuffre, que acusa o príncipe André de também ter abusado dela.

O programa Panorama, da BBC, continua a sua investigação às ligações do príncipe André a Epstein e encontrou mesmo um email datado de 2015 em que o príncipe faz um pedido a Ghislaine Maxwell — socialite que namorava com Epstein e que o advogado das vítimas diz ter funcionado como procuradora para arranjar adolescentes que mantivessem relações com o milionário. “Diz-me quando poderemos falar. Tenho algumas questões em concreto para te perguntar sobre a Virginia Roberts”, diz o príncipe, referindo-se a Virgina Giuffre, que entretanto se casou e mudou de apelido. O Palácio de Buckingham, contudo, continua a negar veementemente que André tenha tido qualquer tipo de relação com Virginia quando esta tinha 17 anos.