A Comissão Europeia anunciou esta segunda-feira uma nova verba de 50 milhões de euros para ajuda humanitária na República Democrática do Congo (RDCongo), nomeadamente a populações afetadas pela epidemia de Ébola.

Segundo um comunicado, a verba esta segunda-feira anunciada irá responder a necessidades urgentes e dará uma continuidade ao apoio à população da RDCongo, nomeadamente para melhorar a segurança alimentar e o acesso a serviços de saúde.

O anúncio foi feito esta segunda-feira em Addis Abeba pelo embaixador da União Europeia junto da União Africana, Ranieri Sabatucci, durante o Fórum África contra o Ébola, que reúne parceiros e o setor privado.

A maior fatia (40 milhões de euros) do financiamento destina-se a apoiar o acesso a cuidados de saúde gratuitos e de qualidade para as populações que vivem nas áreas afetadas pela epidemia do Ébola. Os restantes dez milhões destinam-se a financiar a resposta à crise alimentar na República Democrática do Congo.

A UE tem em vigor até final do ano e desde 2014 um plano de longo prazo de apoio ao sistema de saúde na RDCongo no valor de 180 milhões de euros.