Lisboa é a melhor cidade europeia (e a 6ª melhor a nível mundial) para os expatriados, isto é, aqueles que vão viver e trabalhar para outra cidade ou país por razões profissionais ou outras. Um estudo feito pela comunidade InterNations, que tem mais de 3,5 milhões de membros em todo o mundo, revela que Lisboa aparece em sexto lugar do ranking geral, atrás de Taipé (a melhor do mundo), Cidade Ho Chi Minh, Singapura e Montreal.

A capital portuguesa é, do ponto de vista dos inquiridos e ponderando os vários fatores de análise, a melhor entre as cidades europeias, sendo seguida pelas cidades de Barcelona, Zugo, Haia e Basileia.

Portugal é campeão mundial na qualidade de vida para expatriados

As áreas onde Lisboa mais se destaca são as que estão integradas na rubrica “Facilidade em Estabelecer-se”, onde Lisboa aparece no 6º lugar, e na “Qualidade de Vida Urbana”, onde ficou no 10º lugar. Aliás, Lisboa é a cidade com o terceiro melhor resultado a nível mundial quando se pergunta aos expatriados se se sentiram bem-vindos quando chegaram à nova cidade.

Cerca de quatro em cinco (79%) sentem que se adaptam à cultura local com facilidade (contra uma média de 62%, entre as 82 cidades). Para isso contribui que 88% dos expatriados se digam satisfeitos com a sua vida social e atividades de lazer (vs. 65% globalmente). E 90% dos expatriados dizem sentir que os portugueses são, no geral pessoas amigáveis (vs. 68% globalmente).

Um dos expatriados mencionou “a qualidade das relações sociais” quando lhe perguntaram o que gostava mais na vida em Lisboa. Mais de nove em dez expatriados (92%)
classificaram a qualidade do ambiente urbano positivamente (vs. 71% globalmente) e um expatriado canadiano enfatizou “a beleza geográfica” de Lisboa.

Porém, a julgar pelas respostas que deram ao inquérito, os expatriados não se mostram muito felizes com a “Relação trabalho-vida pessoal em ambiente urbano”. Nessa área, Lisboa não vai além de um pouco lisonjeiro 50º lugar, entre as 82 cidades que foram analisadas. Por outro lado, os expatriados a viver em Lisboa também não estão especialmente satisfeitos com as questões relacionadas com “Finanças e Habitação”, onde Lisboa aparece em 44º lugar.

Ainda assim, no “Custo de vida” o resultado não é tão negativo, aparecendo Lisboa no 14º lugar entre 82 cidades mundiais.

Portugal é o melhor país da Europa para quem vive emigrado (apesar dos cães que ladram)

Nos aspetos negativos, Lisboa tem um resultado baixo na área das oportunidades de carreira, onde está quase no fundo da tabela (73º). Um expatriado originário da Ucrânia afirmou que “as perspetivas de carreira são lentas, e o valor dos rendimentos é inferior quando comparado com qualquer outro país da UE”. Já um expatriado vindo da Rússia disse que não gosta das “oportunidades de trabalho e dos salários oferecidos”.

De um ponto de vista geral, quais são as piores cidades do ponto de vista de alguém que vai mudar de cidade? A Cidade do Kuwait ficou em 82º lugar, seguida por Roma, Milão, Lagos (Nigéria), Paris, São Francisco, Los Angeles, Lima, Nova Iorque e Yangon são as menos aconselháveis.