Há várias formas de encarar a Cybertruck da Tesla. Se uns se concentram na estética, outros há que se fixam na potência dos motores, na autonomia proporcionada pelas baterias, no sistema 4×4, na eficácia das suspensões e na robustez anunciada para a carroçaria. E no preço, o mais acessível entre as pick-up eléctricas do mercado. Entre estes últimos figura Adrián Esper Cárdenas, o presidente da câmara de Ciudad Valles, no estado de San Luis Potosi.

Ciudad Valles é um município localizado entre dois parques naturais de grandes dimensões, a Biosfera El Cielo, a norte, e a Biosfera Sierra Gorda, a sul. Talvez em virtude desta proximidade com a natureza, Adrián Esper Cárdenas decidiu que queria motorizar alguns agentes da ordem com veículos robustos, potentes, capazes de circular em qualquer tipo de terreno mas, ainda assim, não poluentes. Daí que a Cybertruck lhe tenha parecido uma boa opção.

Cárdenas sinalizou uma encomenda “15 unidades, 10 com Dual Motor e 5 com Tri Motor”, as mais potentes, alegando apreciar o facto de “poderem rebocar o triplo do peso de uma pick-up convencional”. Revelou ainda que contactou directamente Elon Musk, o CEO do construtor, “para ver se nos faz um desconto”.

Questionado pela imprensa local durante o anúncio da aquisição, Cárdenas revelou que, para realizar a encomenda avançou com cerca de 30.000 pesos, o equivalente a seu salário mensal, garantindo que depois disso espera poupar 24 milhões de pesos por ano (cerca de 1.223 mil dólares). De acordo com o El Imparcial, as pick-up eléctricas da Tesla permitirão recuperar rapidamente os 20 milhões de pesos de investimento, com valores por veículo entre 1,3 e 1,5 milhões de pesos.

7 fotos

Quando confrontado pela assistência, perante eventuais avarias da Cybertruck, o responsável pela cidade declarou estar convencido que não será um problema. “Se um farol se parte, pode-se encomendar pela internet e se um motor avaria recorre-se à garantia para o substituir, com custos zero. É muito fácil”, afirmou Cárdenas.