O Departamento de Investigação de Aveiro da Polícia Judiciária, deteve um homem de 40 anos por suspeita de abuso sexual à filha, de 12 anos.

Os abusos terão começado em junho último e continuado desde então, na casa onde morava, em Águeda. Os “factos criminosos” foram denunciados “na sequência de comportamentos inapropriados da menor em contexto do relacionamento interpares na escola, que se revelaram indiciadores dos abusos de que era vítima”, revela o comunicado da Polícia Judiciária.

O suspeito, que é pintor da construção civil, vai ser apresentado às autoridades judiciárias competentes “para interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação tidas por mais adequadas”.