Miguel Honrado, ex-secretário de Estado da Cultura, demitiu-se esta quinta-feira do cargo de vogal no conselho de administração do Centro Cultural de Belém (CCB), está a avançar o Público. “Miguel Honrado transmitiu à ministra da Cultura que iria renunciar ao mandato de vogal do conselho do CCB”, disse a assessoria do gabinete da ministra da Cultura.

A demissão de Miguel Honrado acontece nove meses depois de ter assumido o cargo para substituir  Luísa Taveira. Os motivos que levam ao afastado do ex-secretário de Estado da Cultura ainda não são conhecidos e a assessoria de Graça Fonseca não presta mais declarações.

Em março, foi prometido a Miguel Honrado que seria responsável pela programação do CCB, que neste momento está nas mãos de funcionários de várias áreas dentro do centro. Isso nunca chegou a acontecer. Elísio Summavielle, o presidente, delegou para o ex-secretário de Estado as responsabilidades pela comunicação e pelo mecenato cultural — apesar de Luísa Taveira, a quem Miguel Honrado substituir, tivesse a pasta da programação.

Miguel Honrado foi presidente do conselho de administração do Teatro Nacional D. Maria II, até 2016, de onde saiu em abril desse ano para assumir o cargo de secretário de Estado da Cultura, com Luís Filipe Castro Mendes como ministro da Cultura.