O piloto britânico de Fórmula 1 Lewis Hamilton, da Mercedes, considerou esta sexta-feira em Paris que 2019 foi o “melhor ano” da sua carreira, depois de uma época em que conquistou o sexto título de campeão mundial.

“Estou muito orgulhoso daquilo que fizemos coletivamente como equipa, de estar à frente do campeonato e de ter conseguido manter o nosso desempenho como fizemos”, disse Hamilton, em Paris, onde vai receber o título de campeão mundial conquistado esta temporada.

“Em relação à minha condução, estou muito satisfeito com os meus desempenhos este ano, mesmo que haja sempre aspetos que eu possa melhorar, mas isso nunca vai mudar”, referiu o britânico, acrescentando que “foram provavelmente as influências exteriores que fizeram deste ano o melhor”.

Lewis Hamilton, de 34 anos, sagrou-se este ano campeão mundial de Fórmula 1, com um total de 413 pontos. O seu colega de equipa na Mercedes, o finlandês Valtteri Bottas, foi segundo classificado (326 pontos), cabendo ao holandês Max Verstappen, piloto da Red Bull, fechar o pódio, com 278.