Um forte sismo, de magnitude 4,2 na escala Richter, segundo um relatório preliminar, sacudiu a capital do Equador, sem que haja até ao momento registo de vítimas ou danos materiais.

O Instituto Geofísico (IG) da Escola Politécnica Nacional informou no seu portal na internet que o sismo ocorreu às 03h56 hora local (08h56 em Lisboa), num setor do noroeste de Quito, muito perto da cidade. O epicentro do sismo localizou-se a 0,04 graus de latitude sul e 78,44 graus de longitude oeste, a uma profundidade de 4,2 quilómetros.

O sistema Integrado de Atenção de Emergências ECU-911 recebeu muitas chamadas telefónicas de cidadãos que pediam informação sobre este sismo, do qual até ao momento não há registo de vítimas ou danos materiais. O sismo foi sentido como forte, mas rápido e algumas pessoas informaram que ouviram sons estranhos.

A capital equatoriana é atravessada por várias falhas geológicas que geraram movimentos telúricos no ano passado, e está assente numa meseta andina onde se erigiram os vulcões Guagua Pichincha e Ruco Pichincha, tendo o primeiro entrado em erupção em 1999, mas cuja atividade é quase nula há vários anos.