O guitarrista, letrista e vocalista dos Linda Martini, André Henriques, revelou esta terça-feira a sua primeira canção a solo. O tema chama-se “E De Repente” e vai integrar o primeiro álbum do músico, que será editado no primeiro semestre do próximo ano.

Com um percurso longo da música na portuguesa, iniciado nos anos 2000 e sempre enquanto membro da banda que editou discos como Olhos de Mongol e Casa Ocupada (e canções como “Amor Combate”, “Juventude Sónica” e “Cem Metros Sereia”), André Henriques revelou também as datas dos primeiros concertos de apresentação do seu álbum a solo.

Entre os concertos anunciados esta terça-feira estão atuações no Capitólio, em Lisboa, a 22 de abril, e em cidades como Fafe (29 de março), Setúbal (18 de abril), Ponte de Lima (1 de maio) e Gafanha da Nazaré (30 de maio). Nas próximas semanas deverão ser somadas mais datas à primeira digressão de André Henriques a solo.

No final da última semana, a banda de que André Henriques continua a fazer parte, os Linda Martini, anunciou concertos nos Coliseus de Lisboa e Porto, respetivamente a 31 de janeiro e 13 de fevereiro. As duas atuações finalizam a digressão nacional de apresentação ao vivo do mais recente álbum do grupo, homónimo e editado no ano passado.

Além de André Henriques, também outros membros da banda portuguesa de rock têm projetos paralelos: Cláudia Guerreiro (baixista e vocalista) é artista plástica, Hélio Morais integra outros projetos como a banda Paus (que tem um álbum novo editado já em 2019) e Pedro Geraldes colabora regularmente com Capicua, tendo formado com a rapper o projeto Mão Verde.