O surfista português Frederico Morais foi afastado na terça-feira na segunda ronda do Pipe Masters, no Havai, da 11.ª e última etapa do circuito mundial, depois de ter sido relegado para a repescagem na estreia.

Na segunda bateria da eliminatória, ‘Kikas’ ficou novamente em terceiro e último, atrás de John Florence, campeão mundial em 2016 e 2017, que regressou à competição após seis meses de ausência, e do também havaiano Sebastian Zietz, apurados para os 16 avos de final.

O português terminou o campeonato havaiano entre os 33.ºs classificados, depois de conseguir apenas 2,70 pontos, com 1,23 e 1,47 pontos nas suas duas melhores ondas, enquanto Zietz teve um total de 9,16 e John John venceu a bateria, com 10,93. Na ronda inaugural, ‘Kikas’ não tinha também ido além dos 2,60 pontos.

O período de espera do Billabong Pipe Masters prolonga-se até 20 de dezembro. Frederico Morais, que assegurou o regresso à elite em 2020, disputou sete provas do circuito mundial como suplente, tendo como melhor resultado o terceiro lugar no Oi Rio Pro.