Evgenia Arbugaeva chegou a Lisboa dois dias antes de o barco onde viajava Greta Thunberg chegar à capital portuguesa. Foi o tempo suficiente para a fotógrafa escolhida pela revista Time apalpar terreno e escolher o local perfeito para a sessão fotográfica que estava marcada para essa semana: o espaço era curto, entre a chegada da jovem ativista a Lisboa, de barco, e a ida para Madrid, de comboio.

Num desses dias, Arbugaeva viu “uma pequena e silenciosa praia perto de Lisboa com praticamente ninguém além de uns quantos pescadores”. Estava escolhido o local. “Tinha de considerar a privacidade do local porque onde quer que ela esteja está sempre muita gente à volta”, disse a fotógrafa à Time. Por isso, a localização parecia perfeita. Mais: queria que a fotografia captasse o espírito da jovem ativista sueca, algo que combinasse “subtileza” com “coragem”.

Greta Thunberg chegou à praia escolhida num Tesla alugado. A hora marcada também era importante, devido à luz: seria ao pôr do sol. “Quando ela posava para a fotografia, o céu estava entre o dourado e cor de rosa, criando a luz que queríamos”, disse ainda, acrescentando que a ondulação do mar compôs o cenário desejado.

A modelo também ajudou: “A Greta ficou firme sem se mover, apenas com um ou outro cabelo a esvoaçar na brisa suave de final de tarde. Olhou para o oceano que tinha acabado de atravessar. E, naquele momento, senti que todos os elementos da natureza estavam alinhados para criar magia — a prenda mais preciosa que um fotógrafo pode ter”, afirmou ainda Evgenia Arbugaeva, a fotógrafa natural do ártico que está habituada a fotografar lugares remotos, silenciosos e de beleza incomum.

Antes da sessão fotográfica para a “Personalidade do Ano da Time”, a jovem ativista da luta contra as alterações climáticas já tinha sido entrevistada por aquela revista norte-americana a bordo do La Vagabonde, o barco onde atravessou o Atlântico. Já em Lisboa, Greta foi recebida pela correspondente da Time em Londres, Suyin Haynes, que já tinha passado cinco dias com a jovem sueca em abril para escrever o seu perfil. Depois de chegar a Lisboa, Greta Thunberg descansou um dia e só no dia seguinte foi fotografada. Terão sido os últimos minutos de descanso da jovem ativista que, no dia seguinte, partiu de comboio para Madrid para participar na conferência das Nações Unidas sobre o Clima.

A Time elegeu Greta Thunberg como personalidade do ano, sendo que a capa da edição de 23 de dezembro foi divulgada esta quarta-feira. Aos 16 anos, Greta Thunberg tornou-se, assim, na pessoa mais jovem de sempre a tornar-se “pessoa do ano” para a Time, desde que a revista começou a publicar esta edição anual em 1927.