A atriz Scarlett Johansson recebeu esta quarta-feira duas nomeações para os prémios do Sindicato de Atores dos Estados Unidos, com os filmes “O Irlandês” e “Era uma vez… em Hollywood” a consolidarem o seu estatuto de candidatos aos Óscares.

Os prémios do Sindicato de Atores dos Estados Unidos (Screen Actors Guild Awards) costumam ser bons indicadores para os Óscares. Cerca de quatro em cada cinco nomeados a nível individual nestes prémios acaba por ser nomeado para os Óscares.

Na categoria de melhor performance de elenco num filme, os nomeados são: “O Irlandês”, de Martin Scorsese, “Era uma vez… em Hollywood”, de Quentin Tarantino, “Parasitas”, de Bong Joon-ho, “O Escândalo”, de Jay Roach, e “Jojo Rabbit”, de Taika Waititi. O filme “Parasitas” é o segundo filme de língua estrangeira a ser indicado para o prémio máximo dos prémios do Sindicato de Atores dos Estados Unidos, que vai na sua 26.ª edição.

Em relação a ator principal, foram nomeados Christian Bale em “Ford v Ferrai”, Leonardo DiCaprio em “Era uma vez… em Hollywood”, Adam Driver em “Marriage Story”, Taron Egerton em “Rocketman” e Joaquin Phoenix em “Joker”.

Já na categoria principal para atrizes as nomeadas são Cynthia Erivo em “Harriet”, Scarlett Johansson em “Marriage Story”, Lupita Nyong’o em “Nós”, Charlize Theron em “O Escândalo” e Rennée Zellweger em “Judy”.

Em relação ao prémio de melhor atriz secundária Scarlett Johansson recebeu a sua segunda nomeação, pelo filme “Jojo Rabbit”, com as outras nomeadas a serem Laura Dern em “Marriage Story”, Nicole Kidman em “O Escândalo”, Jennifer Lopez em “Hustlers”, e Margot Robbie também em “O Escândalo”.

No que diz respeito aos nomeados para melhor ator secundário, as escolhas foram Jamie Foxx em “Luta por Justiça”, Tom Hanks em “Um lindo dia na vizinhança”, Al Pacino em “O Irlandês”, Brad Pitt em “Era uma vez… em Hollywood” e Joe Pesci também em “O Irlandês”.

Os prémios vão ser entregues no dia 19 de janeiro de 2020.