A Suzuki tem no Jimny um dos seus modelos mais respeitados e bem-sucedidos comercialmente, ou não fosse este um jipinho “puro e duro” com reconhecidas capacidades no offroad e um preço que leva muitos a aventurarem-se nesta escolha. Mas, se há terreno em que a Jeep dá cartas, é precisamente no fora de estrada. Daí que o construtor norte-americano, que pertence à Fiat Chrysler Automobiles (FCA), venha agora assumir publicamente que está a trabalhar num todo-o-terreno “ultracompacto”, que vai visar directamente o Jimny.

Por várias vezes surgiram rumores indicando que a Jeep iria lançar uma proposta abaixo do Renegade e o modelo até consta do plano 2018-2022, que pode ver na galeria. Acontece que, oficialmente, nada mais se soube acerca desse projecto. Até agora, pois o director de Marketing da Jeep na Europa, Marco Pigozzi, quebrou o silêncio. Em declarações à Auto Express, este responsável avança que a futura criação chegará em 2022, posicionando-se abaixo do Renegade, quer em preço quer em dimensões, fixando o comprimento algures na casa dos 4 metros.

O facto de ser pequeno, contudo, não impedirá o baby Jeep de ser um valentão a ultrapassar obstáculos. De acordo com Pigozzi, o objectivo do fabricante passa por desenvolver um 4×4 à altura dos pergaminhos do emblema que enverga, mas simultaneamente ágil e civilizado, permitindo assim que as suas dimensões o tornem também no parceiro ideal para enfrentar a selva urbana, ainda que em largura deva superar o seu rival directo.

Marco Pigozzi levantou o véu sobre o pequeno SUV da Jeep

Merecedor do selo “Trail Rated”, o futuro SUV de entrada na gama da Jeep ainda não tem nome conhecido, embora seja possível que a designação comercial venha a resgatar uma nomenclatura do passado – aventa-se a hipótese de retomar o nome Jeepster.

A arquitectura que lhe servirá de base também permanece incógnita. Uma hipótese passa por alongar a plataforma do Fiat Panda 4×4, a outra solução, menos caseira e mais provável, passa por recorrer à plataforma CMP da PSA. Isto considerando um cenário em que a fusão FCA/PSA se concretiza. Certo é que o pequeno Jeep já está a ser projectado prevendo a electrificação, embora Marco Pigozzi não tenha concretizado de que tipo, se híbrido plug-in (tal como a Jeep se prepara para fazer com o Compass e o Renegade) ou se 100% eléctrico. Mas o plano de produto a que aludimos acima indicava que seria PHEV.