A libra esterlina valorizou-se contra o euro e o dólar, logo que foi anunciada uma projeção dos resultados das eleições desta quinta-feira, que dão a vitória por maioria absoluta ao partido Conservador.

Cerca das 22h03 locais (mesma hora em Lisboa), a libra subiu 1,94% face ao dólar, cotando-se a 1,3416 por um dólar, e 1,58% relativamente ao euro, a 83,25 pence por um euro.

O partido Conservador venceu as eleições legislativas no Reino Unido com uma maioria absoluta de 368 deputados, segundo uma sondagem comum divulgada esta quinta-feira pelas três estações televisivas britânicas BBC, ITV e Sky.

A sondagem à boca das urnas indicou que o partido Conservador terá 368 deputados, o partido Trabalhista 191, o Partido Nacionalista Escocês 55, os Liberais Democratas 13 e o Plaid Cymru (nacionalistas galeses) três e os Verdes um assento.

Para obter uma maioria absoluta, um partido precisa de vencer em 326 das 650 circunscrições eleitorais, mas, na prática, são precisos menos deputados porque o presidente da Câmara dos Comuns não vota e os deputados do Sinn Fein têm uma longa tradição de não assumirem funções.

Os primeiros resultados foram anunciados pelas 23h00, mas será a partir das 2h00 de sexta-feira que começarão a sair em maior número.

Cerca de 46 milhões de britânicos votaram esta quinta-feira nas eleições legislativas antecipadas no Reino Unido, as terceiras em menos de cinco anos, convocadas pelo governo para tentar desbloquear o impasse criado no parlamento pelo processo de saída do país da União Europeia (UE).

A votos estiveram os 650 assentos na Câmara dos Comuns, a câmara baixa do parlamento britânico, aos quais concorreram 3.322 candidatos, dos quais 1.124 mulheres, tendo os partidos Conservador (635), Trabalhista (631), Liberal Democrata (611), Verde (498) e Partido do Brexit (275) concorrido no maior número de circunscrições a nível nacional.