“Esta temporada vai ser muito dura. Quem gosta da Nairóbi vai sofrer.” As palavras são de Alba Flores, a atriz que dá corpo àquela personagem na série espanhola “A Casa de Papel”, cuja quarta temporada se estreia em abril.

“É complicado de contar. Nesta temporada, os argumentistas vão pôr os espectadores contra as suas expectativas”, disse Flores durante o painel da Netflix na Comic Con Experience 2019, ao lado dos colegas Pedro Alonso (Berlim), Rodrigo de la Serna (Palermo), Darko Peric (Helsinki) e Estocolmo (Esther Acebo).

No final da terceira temporada, Nairóbi cai numa armadilha da inspetora Alicia Sierra e é ferida. A sua situação fica em aberto, sem perceber se irá sobreviver, ou não.

O bando de assaltantes regressa à televisão pela mão de Álvaro Morte, ator que interpreta a personagem do Professor, mas também de Úrsula Corberó (Tokio), Pedro Alonso (Berlin), Alba Flores (Nairobi), Itziar Ituño (Lisboa), Miguel Herrán (Rio), Esther Acebo (Estocolmo), Jaime Lorente (Denver), Darko Peric (Helsinki), Luka Peros (Marselha), Hovic Keuchkerian (Bogotá) e Rodrigo de la Serna (Palermo).

A quarta parte da série criada por Álex Pina e produzida pela Vancouver Media para a Netflix conta uma equipa de realizadores que incluem nomes como Jesús Colmenar, Javier Quintas, Koldo Serra e Álex Rodrigo. A data 3 de abril foi anunciada de surpresa por alguns dos atores que fazem parte do elenco num recente painel da CCXP (Brasil Comic Con Experience), em São Paulo.