Peixe-pénis. É assim que são vulgarmente chamados, mas na verdade não são peixes nem são pénis. A espécie em causa, um verme gordo, rosado, que mede cerca de 20 centímetros, e que faz lembrar o sexo masculino, tem dado que falar nas notícias e nas redes sociais. Porquê? Porque milhares deles apareceram numa praia da Califórnia e as imagens chegaram ao Instagram e ao Twitter.

A notícia foi avançada pela magazine Bay Nature, que divulgou as imagens na sua página de Instagram. Segundo o jornal britânico The Guardian, estes vermes costumam estar nas praias, debaixo dos pés dos nbanhistas, mas escondidos debaixo de várias camadas de areia. Com o mau tempo e as tempestades dos últimos dias, o manto que normalmente esconde os vermes na praia Drake’s Beach, Califórnia, desapareceu deixando os peixes-pénis à vista de todos.

Já a revista brasileira Super Interessante explica que o nome científico desta espécie é Urechis caupo, um verme marinho invertebrado da classe dos Echiura. É um anelídeo, como as minhocas, e não um cordado, categoria em que se encontram os peixes.

E está longe de ser uma novidade: existe há 300 milhões de anos, ou seja, mais há tempo do que os humanos e os dinossauros e tem uma esperança média de vida de 25 anos. Nativo da costa oeste dos Estados Unidos e do México é habitual aparecer nas praias da Califórnia.

Para além de ser alimento para gaivotas, lontras e alguns peixe, é considerado uma iguaria na Coreia do Sul.