A capacidade de reboque de determinados veículos é algo muito mais valorizado numa série de outros países do que em Portugal, especialmente entre clientes particulares. Em mercados como o norte-americano, a capacidade de rebocar pesos mais elevados é uma característica muito apreciada. Não só por ser prática, como também por ser algo muito “macho”, em linha com aquela imagem de “o meu carro reboca mais do que o teu”, especialmente entre os condutores dos grandes SUV e pick-up a condizer.

Esta natural rivalidade entre a capacidade de rebocar das pick-up subiu de tom a partir do momento em que a Tesla, durante a revelação da Cybertruck, mostrou um vídeo em que a sua pick-up eléctrica batia uma concorrente da Ford, e logo a F-150, a que mais vende nos EUA. A Ford contestou o resultado, ou a forma como foi conseguido, para depois desistir da desforra, que contudo continua prevista, provavelmente perante entidades independentes, como revistas, vlogs ou televisão, uma vez que a Ford optou por não estar presente.

Enquanto esta oportunidade não surge, dois clientes, um com uma Ford F-150 4×4 e outro com um Tesla Model X, resolveram ligar ambos os veículos e ver quem puxava quem. Convenhamos que a batalha entre a F-150 e a Cybertruck poderia parecer um duelo entre veículos do mesmo nível, uma vez que o Model X é um SUV por que se convencionou que assim seria denominado, pois não apresenta as tradicionais características desta classe de veículos, sendo demasiado refinado e rebuscado. Em comum, têm apenas o facto de ambos possuírem tracção integral.

Com a vantagem a parecer pender a favor da pick-up da Ford e uma vez o cabo devidamente esticado, os condutores aceleraram os seus veículos em sentidos opostos. E o aparentemente “frágil” Model X arrastou consigo a “brutal” F-150 4×4, como pode ver no vídeo. E se a pick-up não consegue bater o SUV da Tesla, deverá sentir ainda mais dificuldade frente à Cybertruck…