A Índia é um dos países que luta de forma mais desesperada contra a má qualidade do ar das suas principais cidades, o que levou alguns condutores a olhar com mais atenção para os veículos eléctricos. Para promover o seu Kauai Electric, que localmente é conhecido como Kona Electric, a Hyundai Motor India decidiu pelo impensável, para deixar bem claro as potencialidades do seu pequeno SUV a bateria.

O facto de a iniciativa ser conhecida segundo o Mumbai News como Emission Impossible, ou seja, Emissão Impossível, deixa desde logo antever que a tarefa reservada ao Hyundai com zero emissões vai ser tudo menos fácil de levar a cabo. A finalidade era colocar o montanhista Ajeet Bajaj, especialista no Evereste, ao volante de um Kauai e desafiá-lo a conduzir o veículo eléctrico de Lhasa, a capital do Tibete, até ao base camp a 5364 metros de altitude, onde a estrada acaba e a montanha começa.

A operação montada pelos indianos da Hyundai foi um sucesso, pois o SUV chegou sem problemas ao destino, depois de uma viagem montanha acima de 700 km, que liga Lhasa (3630 metros) ao base camp north, o único que é acessível por estrada, como pode ver aqui.

A Hyundai não especifica quantas vezes o Kauai Electric teve de parar na subida para recarregar a bateria ou como o fez – naquela estrada recentemente construída pelos chineses, não há decididamente postos de carga –, nem especifica qual a versão de bateria utilizada no modelo.

Na Índia, segundo conseguimos apurar, não está a ser proposta a versão com a bateria de 64 kWh de capacidade e 449 km de autonomia em WLTP, mas apenas a versão com 39,2 kWh e 289 km. E mesmo esta, é proposta por cerca de 31.000€, num país em que o preço dos veículos mais vendidos com motor de combustão fica entre 4.000€ e 8.000€.