O escultor, pintor e ceramista brasileiro Francisco Brennand morreu esta quinta-feira devido a problemas respiratórios, aos 92 anos, no Recife, cidade no nordeste do Brasil, informou o hospital onde estava internado.

Nascido em 1927, Francisco de Paula Coimbra de Almeida Brennand foi considerado um dos maiores escultores e ceramistas brasileiros de sua época, com obras expostas na Europa e nos Estados Unidos.

Foi durante uma viagem a França que o artista ingressou no mundo da cerâmica, inspirado nas obras de Pablo Picasso, Joan Miró, Paul Gauguin ou do arquiteto catalão Antoni Gaudí. Em 1971, Brennand decidiu montar a sua oficina nas ruínas da fábrica de seu pai, que ele via como território para dar liberdade à sua arte e onde exibia mais de 2.000 peças.

O seu trabalho mais emblemático é o Parque das Esculturas, um dos principais pontos turísticos de Recife, onde é possível admirar 90 esculturas monumentais de frente para o porto da cidade. Paulo Câmara, governador do estado brasileiro de Pernambuco, do qual Recife é a capital, declarou três dias de luto oficial.