A jogadora de ténis de mesa Fu Yu, ouro nos Jogos Europeus, e o judoca Jorge Fonseca, campeão mundial na categoria -100kg, são os atletas do ano para o CNID-Associação dos jornalistas de Desporto, foi revelado esta segunda-feira.

Os dois, que em novembro já haviam sido distinguidos com a medalha de excelência desportiva do Comité Olímpico de Portugal (COP), foram os mais votados pelo júri alargado, composto por jornalistas especializados em desporto, mas também por dirigentes como o presidente do COP, José Manuel Constantino.

Na primeira votação realizada pelo CNID para decidir o Melhor Atleta Masculino do Ano e a Melhor Atleta feminina do Ano, Fu Yu bateu a concorrência da judoca Bárbara Timo (prata na categoria -70kg nos Mundiais de Tóquio), da futebolista Cláudia Neto (a única portuguesa a constar na lista das 100 melhores do Mundo), a nadadora Diana Durães (oitava nos 800 metros livres dos Europeus de piscina curta) e a karateca Patrícia Esparteiro (medalha de bronze na prova de cata). Fu Yu, de 41 anos, conquistou a medalha de ouro no torneio feminino dos Jogos Europeus, assegurando a presença em Tóquio 2020, onde vai repetir a presença do Rio2016 (33.ª), e a medalha de prata por equipas no Europeu.

Já Jorge Fonseca derrotou os futebolistas Cristiano Ronaldo, vencedor da Serie A italiana, e Bernardo Silva, campeão da Premier League, o atleta João Vieira (prata nos 50km marcha no Mundial do Qatar), e o surfista Frederico Morais, que garantiu o regresso à elite mundial e que vai representar Portugal nos Jogos Olímpicos.

Jorge Fonseca, de 27 anos, foi o primeiro português a conquistar um título mundial em judo, ao vencer a categoria de -100 kg na competição que decorreu em Tóquio. Ainda em 2019, o judoca natural de São Tomé e Príncipe, campeão da Europa de sub-23 em 2013, integrou a seleção portuguesa que conquistou a prata na competição por equipas nos Jogos Europeus, em Minsk.