Não falta quem aposte no sucesso da Rivian, um novo construtor de veículos eléctricos, que não produziu até aqui um único modelo. Contudo, as suas ideias e projectos, bem como a tecnologia que possui, fazem com que continuadamente os investidores lhe ‘atirem’ dinheiro para cima. O último exemplo vem de uma série de respeitados pesos-pesados do mercado, que vêem a Rivian como a nova Tesla.

O business plan da startup americana aponta para o início da fabricação da pick-up R1T e do SUV R1S a partir do final de 2020, uma vez que ambos os modelos já estão a ser testados na via pública há algum tempo e a fábrica já existe e está quase funcional. Em Fevereiro, os responsáveis pela Rivian tornaram público que receberam um investimento de 700 milhões de uma série de investidores liderados pela Amazon. Mas este está longe de ser o único realizado em 2019, pois também a Ford e a Cox Automotive fizeram questão em adquirir acções da jovem empresa.

5 fotos

Esta semana, a Rivian volta a surpreender o mercado ao anunciar ter recebido fundos no valor de 1,3 mil milhões de dólares, provenientes de investidores liderados pela T. Rowe Price Associates, um importante investidor da Tesla desde a primeira hora, o que lhe tem permitido lucros generosos, além da Amazon, Ford e Black Rock. No total, a Rivian já reuniu mais de 3 mil milhões de dólares e de investidores sérios e de longo prazo, que esperam repetir os ganhos que obtiveram com a empresa de Elon Musk.

Além dos R1T e R1S, a pick-up e o SUV previstos desde início, a Rivian vai igualmente ter de produzir 100.000 unidades de um furgão eléctrico de distribuição urbano e semi-urbano para o seu accionista Amazon, o que será um “empurrão” impressionante para o jovem fabricante, que por outro lado vai implicar uma facturação em torno dos 3 mil milhões de dólares. Para Jeff Bezos, o CEO da Amazon, trata-se de resolver um problema de falta de furgões eléctricos de forma barata e, simultaneamente, realizar um boost na facturação de uma empresa em que é accionista de referência. Com a certeza que não faltarão outras companhias desejosas de adquirir um furgão idêntico à Amazon.

3 fotos