O ex-marido da princesa norueguesa Martha Louise, Ari Behn, suicidou-se no dia de Natal, a 25 de dezembro. Deixou para trás a ex-mulher, de quem permanecera amigo, e três filhas, entre os 16 e os 11 anos de idade. Escritor nascido na Dinamarca, cresceu na Noruega e chegou à fama estava a década de 90 a terminar, com o livro “Sad as Hell” que vendeu 100 mil cópias.

Suicidou-se Ari Behn, ex-marido da princesa norueguesa Martha Louise

Numa recente entrevista à revista norueguesa “Her og Nå”, Ari Behn declarou que estava ansioso para o Natal, uma data que estava prevista ser partilhada na companhia da ex-mulher e do seu namorado, o xamã Durek Verrett, de 44 anos, tido como o “mentor espiritual” da atriz Gwyneth Paltrow. A nova relação da princesa, assumida publicamente durante no de 2019, foi duramente criticada, ela que é a quarta na linha de sucessão ao trono.

Um ano antes do suicídio, o ex-membro da realeza da Noruega admitiu em entrevista que receava morrer sozinho e que era visto como “um tolo”, segundo o The Daily Mail. A batalha contra o alcoolismo e a ansiedade também eram públicas. O último livro de Behn — “Inferno” — foi publicado em 2018 e relata os problemas mentais do escritor.

Em fotogaleria revisitamos alguns nos momentos que marcaram o casamento de 14 anos com a filha mais velha dos reis noruegueses.