O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta sexta-feira para aviso laranja (o segundo mais grave) as ilhas do grupo central dos Açores, devido à previsão de chuva, mantendo as ilhas do grupo oriental sob aviso amarelo.

“Uma superfície frontal fria com atividade moderada a forte, com deslocamento lento para leste, deverá provocar um aumento da intensidade do vento e chuva forte nos grupos central e oriental nas próximas horas”, adiantou o IPMA, em comunicado de imprensa.

O IPMA já tinha emitido um aviso amarelo (o terceiro mais grave) para as ilhas dos grupos central e oriental, devido às previsões de vento, chuva e trovoadas.

O grupo central (Terceira, São Jorge, Graciosa, Pico e Faial) está sob aviso amarelo até às 5h locais (6h em Lisboa) de sábado, passando depois a laranja, até às 18h, devido à possibilidade de “períodos de chuva por vezes forte”. Entre as 18h e as 24h, as cinco ilhas manter-se-ão sob aviso amarelo, devido às previsões de chuva, estando também sob o mesmo aviso, entre as 6h e as 12h, de sábado, devido à possibilidade de vento de direção sul.

Quanto às ilhas de São Miguel e Santa Maria (grupo oriental), estão sob aviso amarelo, devido à ocorrência de precipitação, até às 0h de domingo. Estão também sob o mesmo aviso, mas devido às previsões de vento de direção sul, até às 18h de sábado.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores emitiu, ao início da tarde desta sexta-feira, um comunicado a recomendar que sejam tomadas medidas de autoproteção.

O mau tempo nos Açores originou, entre a noite de quinta-feira e a manhã desta sexta-feira, 17 ocorrências, que “não provocaram vítimas”, nas ilhas do Faial (15) e da Terceira (duas), segundo revelou à Lusa fonte da Proteção Civil.