Melanie Panayiotou, irmã de George Michael, morreu no dia de Natal, aos 55 anos, exatamente três anos depois da morte do cantor.

A cabeleireira foi encontrada na sua casa em Hampstead (Londres), pela irmã Yioda. A Polícia Metropolitana de Londres garantiu, em comunicado, que as autoridades foram chamadas “pelo serviço ambulatório” que reportou a morte de uma “mulher com cerca de 50 anos” “às 19h35 de quarta-feira, dia 25 de dezembro”.

Segundo o jornal The Sun, Penayiotou estava doente, não adiantando pormenores e as forças policiais sustentam que a mulher morreu de causas naturais.

George Michael morreu de insuficiência cardíaca e hepática a 25 de dezembro de 2016. O artista terá deixado 97,6 milhões de libras (cerca de 114 milhões de euros) a Melanie e a Yioda.

Morreu George Michael, (mais um) ícone da música pop que desaparece em 2016