O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou esta terça-feira que vai assinar a Fase 1 do acordo comercial com a China a 15 de janeiro, na Casa Branca.

Através do Twitter, Trump revelou que vai assinar a “grande e abrangente Fase 1 do Acordo Comercial com a China a 15 de janeiro”. “A cerimónia vai decorrer na Casa Branca“, anunciou.

“Representantes de alto nível da China estarão presentes. Mais tarde, irei a Pequim, onde vão começar as negociações para a Fase 2”, acrescentou Trump.

Os governos de Washington e Pequim chegaram a um acordo definitivo no início de dezembro, depois de em outubro terem alcançado um acordo parcial destinado a pôr fim à guerra comercial, que se prolonga desde o início do mandato de Trump.

O presidente norte-americano critica a China desde que foi eleito, apontando o desequilíbrio nos produtos importados e exportados entre os dois países.

Desde 2016, Trump já agravou as taxas alfandegárias sobre centenas de produtos importados da China, abrangendo valores na ordem das centenas de milhares de milhões de dólares.

O acordo comercial deverá impedir a entrada em vigor de novas taxas alfandegárias e reverter algumas das que foram agravadas nos últimos anos, perante a promessa chinesa de aumentar as importações de produtos agrícolas a partir dos EUA.

As negociações têm-se prolongado no último ano e as conversas levaram inclusivamente os EUA a adiar, no último verão, a aplicação de novas tarifas aduaneiras.