Dois homens ficaram na quarta-feira desalojados na sequência de um incêndio ocorrido na sua habitação em Alfundão, no concelho de Ferreira do Alentejo (Beja), que ficou destruída, revelaram a Proteção Civil e a GNR.

“Os desalojados são dois homens, de nacionalidade estrangeira, que vão agora ser realojados pelo patrão”, uma vez que “são trabalhadores agrícolas”, disse à agência Lusa fonte do Comando Territorial de Beja da GNR, que não possuía informação sobre as idades dos indivíduos. Contactado pela Lusa, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja explicou que os bombeiros receberam o alerta para o incêndio às 16h12. Após o combate às chamas, o fogo entrou em fase de rescaldo às 17h31, indicou.

A habitação onde moravam os dois homens “ardeu por completo”, acrescentou o CDOS. A GNR sublinhou que as chamas deixaram “completamente destruída” essa mesma “casa térrea” na aldeia de Alfundão, no concelho de Ferreira do Alentejo. Questionada pela Lusa sobre o que terá motivado o incêndio, a fonte da GNR limitou-se a referir que as autoridades ainda se encontravam no local, desconhecendo as causas do sinistro.

A ocorrência mobilizou 15 operacionais, apoiados por sete veículos, incluindo meios dos bombeiros e da GNR.