Nick Gordon, o ex-namorado de Bobbi Kristina Brown — filha de Whitney Houston e Bobbi Brown –, morreu na passada quarta-feira, 1 de janeiro de 2020. Segundo a CNN, o jovem de 30 anos era apontado como eventual facilitador da morte da filha da célebre cantora.

Num comunicado enviado ao canal norte-americano em jeito de confirmação da morte de Gordon, o advogado Joe Habachy, representante do jovem, não revelou grandes pormenores. Limitou-se a escrever: “O meu coração ficou pesado depois de saber que o meu cliente de longa data Nick Gordon morreu… Apesar de não poder falar das circunstâncias específicas da sua morte, posso dizer que tem sido verdadeiramente triste assistir em primeira mão à devastação total que a adição às drogas criou num grupo de jovens amigos em que todos eram amados e cheios de potencial.”

Gordon foi adotado por Whitney Houston quando tinha apenas 12 anos e, desde então, criado junto da filha da cantora e atriz, Bobbi Kristina Brown. Gordon e Brown envolveram-se romanticamente depois da morte de Houston em 2012. O polémico relacionamento nunca foi bem aceite e o cenário piorou depois de Brown ter sido encontrada inanimada numa banheira em janeiro de 2015. Esteve em coma durante seis meses, até finalmente morrer. A autópsia ao seu corpo revelou que o consumo excessivo de droga e a submersão prolongada dentro de água causaram a pneumonia e os danos cerebrais que acabaram por levar à morte.  

Durante o tempo em que Brown esteve hospitalizada Gordon foi ao conhecido programa de Dr. Phil, que o persuadiu a inscrever-se num programa de reabilitação. Ele acedeu mas acabou por sair pouco tempo depois de ter entrado.

O mesmo Habachy explicou que apesar dos turbulentos anos anteriores, Gordon estava a tentar manter-se afastado das drogas. “Ele estava a trabalhar duro para manter a cabeça erguida e permanecer sóbrio. Acima de tudo ele genuinamente procurava uma vida mais feliz e saudável junto da sua família. O meu coração está com a família e amigos que ele deixa para trás, bem como das inúmeras outras famílias que procuram todos os dias saber lidar com problemas de drogas”, rematou.

O irmão de Gordon, Junior Walker, explicou também à CNN que tinha falado com ele na noite anterior. “Independentemente de tudo, nunca deixaremos de te amar e de ser fortes por ti”, escreveu na sua conta de Facebook.

A morte de Nick Gordon surge quase oito anos depois da lendária diva pop Whitney Houston ter sido encontrada sem vida em fevereiro de 2012, num hotel em Beverly Hills. Tinha 48 anos e também ela lutou muito tempo contra o vício da droga.