291kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Marega, o primeiro avançado desde Falcao a marcar pelo FC Porto em Alvalade, e uma história longa com o Sporting

Este artigo tem mais de 1 ano

O maliano não marcava para a Liga desde setembro mas marcou pela quarta vez ao Sporting, entre dragões e V. Guimarães. E é o primeiro avançado do FC Porto desde Falcao a apontar golos em Alvalade.

O avançado maliano não marcava para o Campeonato desde setembro
i

O avançado maliano não marcava para o Campeonato desde setembro

NurPhoto via Getty Images

O avançado maliano não marcava para o Campeonato desde setembro

NurPhoto via Getty Images

A vida de Marega no FC Porto nem sempre foi fácil. Depois de deixar o Marítimo para se juntar aos dragões, o avançado maliano teve poucos minutos, poucas oportunidades e pouco espaço — e acabou emprestado ao V. Guimarães. Quando regressou do Minho ao Porto, em parelha com Hernâni, foi suplente de Soares até ter realmente uma chance no ataque da equipa. Conquistou o estatuto de titular e goleador quando o brasileiro se lesionou e assumiu o papel de uma das referências de Sérgio Conceição.

Sporting e FC Porto estão empatados em Alvalade ao intervalo com golos de Marega e Acuña (1-1)

Esta temporada, fustigado por algumas lesões e pela concorrência do recém-chegado Zé Luís, Marega perdeu preponderância na toada ofensiva da equipa — preponderância que só recuperou nas últimas semanas de 2019, quando recuperou o lugar ao cabo-verdiano e regressou às exibições mais consistentes. Este domingo, sem surpresas, foi opção inicial em Alvalade contra o Sporting e só precisou de seis minutos para fazer uma das coisas que melhor faz desde que está em Portugal: marcar aos leões.

Depois de um passe longo de Corona, o avançado maliano aproveitou a saída de Luís Maximiano para receber com um toque e só precisar desse movimento para abrir o marcador em Alvalade. Com este golo, Marega já marcou quatro vezes ao Sporting: três ao serviço do V. Guimarães, sendo que uma já tinha sido no estádio dos leões, e agora esta a representar o FC Porto. O avançado não marcava para a Primeira Liga desde setembro e não marcava em jogos consecutivos precisamente desde esse mês, quando marcou ao Benfica e ao V. Guimarães (desta vez, já havia marcado no último jogo de 2019, contra o Desp. Chaves para a Taça da Liga).

O golo de Marega foi o mais rápido que o FC Porto já marcou no novo Estádio José Alvalade e foi também o primeiro de um avançado dos dragões desde novembro de 2010, altura em que Falcao fez agitar as redes do estádio leonino (e dado estatístico que Soares acabou por igualar com o golo da vitória, já na segunda parte).

Marega: o desvio clássico, a tarja da discórdia e uma vingança que nasceu no Berço

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.