A cerimónia dos Óscares, marcada para o dia 9 de fevereiro, vai acontecer novamente sem um apresentador, confirmou a presidente da ABC Entertaiment, Karen Burke, esta quarta-feira, na apresentação da campanha de divulgação da Associação de Críticos Televisivos. A solução que “funcionou no ano passado” foi novamente adotada pela ABC Entertainment, produtora da cerimónia, e a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, escreveu a CNN.

“Juntamente com a Academia, decidimos que não haverá anfitrião tradicional, repetindo para nós o que funcionou no ano passado”, disse Burke. “[A cerimónia terá] grandes valores de entretenimento, grandes números musicais, de comédia e star power“, desvendou.

É oficial: Óscares não vão ter apresentador este ano. A última vez foi há 30 anos e não correu bem

No ano passado, a cerimónia decorreu pela primeira vez desde 1989 sem um anfitrião oficial. Inicialmente, o humorista Kevin Hart tinha sido escolhido para conduzir o evento. O comediante recusou do papel após ter sido criticado por comentários homofóbicos que publicou no Twitter entre 2009 e 2011.

É oficial: Óscares não vão ter apresentador este ano. A última vez foi há 30 anos e não correu bem

Ao contrário do que aconteceu em 1989, a cerimónia do ano passado decorreu sem problemas, tendo os vencedores sido anunciados por convidados ao longo da noite.