O Vitória de Guimarães, quinto classificado da I Liga portuguesa de futebol, vai instalar, após o final da época 2019/20, uma caixa de segurança na zona destinada aos adeptos dos clubes visitantes no Estádio D. Afonso Henriques.

A medida, avançada esta quarta-feira pela Rádio Santiago, de Guimarães, e confirmada pela Lusa junto de fonte oficial do emblema minhoto, prevê que o dispositivo seja instalado na bancada Norte do recinto com 30.000 lugares e tenha uma capacidade para 1.500 pessoas, que perfaz o mínimo regulamentar de 5% de lotação para adeptos das equipas forasteiras.

A implementação da caixa, que não deve acontecer antes de maio de 2020, vai ao encontro da decisão tomada pela Liga de Clubes num Assembleia-Geral de maio de 2018, quando decidiu ser obrigatório todos os estádios da I e da II Liga terem o equipamento.

A decisão surge quatro dias depois do encontro entre Vitória de Guimarães e Benfica, da 15.ª jornada da I Liga, que terminou com uma vitória por 1-0 das águias, líderes do campeonato, e teve, pelo meio, quatro interrupções causadas pelo arremesso de cadeiras e tochas para o relvado e também confrontos entre adeptos benfiquistas, na bancada Norte, e vitorianos, na bancada Nascente.

Benfica repudia petardos e responsabiliza forças de segurança por violência

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Na sequência dos desacatos, o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol decidiu, na terça-feira, instaurar um processo disciplinar aos dois clubes.

Conselho de Disciplina instaura processos a Vitória de Guimarães e Benfica