Uma cabeleireira de 49 anos foi detida na Quarteira, concelho de Loulé, por ser suspeita de nos últimos meses ter burlado e furtado cerca de 30 mil euros a uma mulher de 91 anos. Segundo o comunicado da Polícia Judiciária, esta terça-feira, a mulher deixou a idosa “em difícil situação económica, sem capacidade de prover o seu sustento”.

Os crimes terão acontecido entre setembro e dezembro de 2019 na zona onde acabou detida e a mulher, segundo descreve a polícia, ter-se-á aproveitado da “vulnerabilidade” da vítima para que esta lhe desse autorização para movimentar a sua conta bancária, sob argumento que seria para a ajudar. Mas acabou por retirar-lhe todo o dinheiro que possuía, deixando-a sem forma de se sustentar.

A PJ refere ainda que a mulher se apoderou de vários “artefactos” em ouro que pertenciam à idosa.