O irmão da menina de 8 anos que morreu no domingo no Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, depois de ter tido alta, está a ser medicado para a gripe B, já que os médicos consideram que essa pode ter sido a causa da morte de Lara, avança o Jornal da Madeira. E, por isso, não querem correr qualquer risco com o irmão.

A gripe B tem algumas complicações, embora pouco frequentes, que podem originar casos fatais de inflamação agudas do cérebro ou do miocárdio.

Lara morreu na triagem do hospital, um dia depois de ter recebido dada alta médica. A menina apresentava quadro de “infeção viral respiratória superior”, semelhante ao de uma gripe. O diretor da urgência pediátrica da unidade hospitalar garante que foram cumpridos os protocolos de atuação preconizados e prescrita a medicação adequada e descarta a hipótese de negligência médica ou de erro no diagnóstico.

Segundo Manuel Pedro, “está em curso um processo interno para averiguação da situação” e estão ainda a aguardar “mais exames” para tentar perceber o que terá causado a morte da criança.