Uma criança de um ano e meio morreu esta terça-feira, depois de ter sido atropelada acidentalmente por uma empilhadora manobrada pelo pai, em Martingança, no concelho de Alcobaça.

O pai da menina estaria a acondicionar reservatórios em plástico junto ao armazém de que é arrendatário, e julgando que a filha se encontrava com a mãe, engatou a marcha-atrás na empilhadora, acabando por atropelar a criança adianta o Correio da Manhã. Gil Salgueiro, vizinho, adiantou ainda ao jornal que “o pai é muito cuidadoso e devia pensar que a menina ainda estava a brincar no armazém”.

Depois do alerta ser dado, uma equipa dos Bombeiros Voluntários de Pataias dirigiu-se para o local e imobilizou, estabilizou e transportou a menina numa ambulância até ao helicóptero que a levou ao Hospital Pediátrico de Coimbra, em coma, com um traumatismo cranioencefálico muito grave. A criança acabou por morrer no hospital .

Após o acidente, foi acionada uma equipa de psicólogos do INEM para prestar apoio aos familiares da vítima. O casal tem ainda um filho de nove anos, que nesse dia estava excepcionalmente com familiares, já que é habitual estarem todos no armazém.