A Norfin vai investir mais de 200 milhões de euros para criar um projeto de escritórios e habitações nos terrenos do antigo Estádio José de Alvalade, anunciou a empresa de gestão de investimentos imobiliários em Portugal detida pelo Grupo Arrow Global.

No comunicado enviado ao Observador, a empresa explica adquiriu o projeto “Metropolis” à Multi Corporation para “criar uma nova centralidade na área de Alvalade, trazendo a Lisboa mais 80.000 metros quadrados edificados”, localizados entre o atual estádio e o Pavilhão João Rocha.

O “Metropolis”, segundo explica a empresa, vai ser dividido em quatro edifícios de escritórios, com 37.600 metros quadrados, três de habitação, com 30.250 metros quadrados e mais de 200 apartamentos, e uma área comercial, com 11.100 metros quadrados. A construção deverá ser iniciada no final do ano e “é mais um projeto histórico” da Norfin.

Projeto “Metropolis”, da Norfin

“Acreditamos que a localização, por estar à porta de um hub de transportes com duas linhas de metro, um terminal de autocarros, próxima da 2ª circular, do Eixo Norte-Sul e do aeroporto, será ideal para a expansão do CBD (Central Business District) e deverá capturar grande parte da enorme procura destinada aos escritórios classe-A, atualmente concentrada no Parque das Nações”, diz André David Nunes, CIO da Arrow Portugal.

A Norfin, fundada em 1999, foi adquirida pelo Grupo Arrow Global em 2018 e gere atualmente mais de 1.400 milhões de euros em ativos imobiliários para investidores institucionais, nacionais e internacionais.