O Bentayga Speed é apresentado pela Bentley como “o SUV de produção em série mais veloz do mundo”. E assim é, mas por escassa margem face ao Lamborghini Urus. Enquanto o modelo britânico atinge uma velocidade máxima de 306 km/h e vai de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos, o concorrente italiano alcança os 305 km/h e passa pelos 100 km/h ao fim de 3,6 segundos. Ou seja, o Bentayga Speed é o mais veloz, em velocidade de ponta, mas não o mais rápido, em aceleração. Imbuída desse espírito, a Bentley divulgou agora um vídeo em que consegue mostrar velozmente, nuns escassos 2 minutos, como é produzida a versão vitaminada do Bentayga.

Nenhum Speed sai de Crewe, Inglaterra, sem ter consumido 16 dias de trabalho. O fabrico de cada unidade exige nada menos que 127 horas – e todos os minutos são preciosos, tanto mais que o fabricante britânico trata de chamar a atenção para a componente artesanal da produção. Daí que grande parte do processo seja consumido na manufactura. Para se ter uma ideia, as fases mais demoradas prendem-se com a personalização. A pintura, por exemplo, requer 24 horas até que uma das 87 cores disponibilizadas na paleta da marca fique irrepreensível. Mas este estágio da produção pode ser ainda mais demorado, caso o cliente queira um tom personalizado.

7 fotos

O processamento da madeira, necessariamente proveniente de uma única árvore para garantir que o padrão e a cor são iguais e envelhecem da mesma maneira, requer mais 10 horas. A tudo isto há que somar ainda 8 horas para acabamentos e 19 horas para a montagem. Quanto ao motor, a alma do Bentayga Speed, exige a atenção de 30 funcionários, que tratam de montá-lo e de certificar que do 12 cilindros em W se extraem os prometidos 635 cv (mais 27 cv que o Bentayga W12) e 900 Nm de binário máximo. Mas o relógio não pára e só nisso consomem-se mais 13 horas e 40 minutos…

E quando tudo parece estar pronto, eis que não está. Qualquer Bentayga Speed dado como terminado é depois visto à lupa, durante nada menos que 52h50, tempo durante o qual os técnicos confirmam, avaliando entre 50 e 650 pontos, que aquela unidade cumpre os padrões de qualidade que a autorizam a envergar o símbolo da Bentley. Tudo isto acontece na primeira fábrica inglesa neutra em carbono e foi filmado com drone. As imagens falam por si, neste vídeo de 2 minutos que vale a pena ver: