O serviço de urgência do Hospital Amadora-Sintra encontra-se este sábado normalizado, depois de ter registado constrangimentos devido a “um pico de afluência” na sexta-feira à noite, disse à Lusa fonte oficial da unidade de saúde.

Segundo a mesma fonte, foi feita uma reavaliação dos serviços às 08h00 deste sábado, verificando-se a regularização do serviço.

Depois de se ter registado na sexta-feira “um pico de afluência que chegou aos 480 doentes”, o hospital comunicou ao Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) de Lisboa para “desviar os doentes [urgentes]” para os hospitais Santa Maria e São Francisco Xavier, em Lisboa.

Urgência do Amadora-Sintra com constrangimentos devido a “pico de afluência” de doentes

O constrangimento do serviço de urgência vigorou entre as 20h00 de sexta-feira e as 08h00 deste sábado, tendo sido atendidos cerca de 120 doentes, referiu a mesma fonte.

Na sexta-feira, fonte do hospital explicou que a decisão de reencaminhar doentes urgentes para outros hospitais advém de uma “medida que está em vigor há muito tempo”, no âmbito da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo.