A Carris transportou, no ano passado, 139,5 milhões de passageiros, um aumento de 11% face a 2018, tendo o número de crianças que utilizou a transportadora aumentado 26% e o de idosos 14%, anunciou hoje a empresa. Num balanço ao ano de 2019, a empresa revelou em comunicado que foram transportadas 3,3 milhões de crianças e 25 milhões de utilizadores terceira idade, tendo sido percorridos perto de 33 milhões de quilómetros (32.902.741 quilómetros).

Segundo a Carris, no ano passado foram implementadas cerca de 90 melhorias no serviço, “não só as medidas previstas no Plano de Atividades e Orçamento de 2019, como um conjunto de outros esforços e reforços na oferta”. De acordo com a empresa, existem mais 191 autocarros novos ao serviço da Carris, além de 11 carreiras novas de um total de 97 que operam na cidade de Lisboa.

Entre as medidas que implementou em 2019, a transportadora destacou que foi possível começar a tirar o passe em 15 minutos, a aquisição de 15 autocarros elétricos e o lançamento de um concurso para comprar 15 elétricos articulados.

A Carris é uma empresa de transporte público de passageiros da cidade de Lisboa, fundada em 1872, tendo sido tutelada desde 1975 pela Secretaria de Estado das Obras Públicas, dos Transportes e das Comunicações dependente do Ministério da Economia. Em 01 de fevereiro de 2017, a Câmara de Lisboa assumiu a gestão da rodoviária Carris, 41 anos depois de a “ter perdido” para o Estado. O acordo assinado entre o Ministério do Ambiente e a Câmara Municipal de Lisboa foi assinado em 19 de novembro de 2016, passando assim toda a gestão da empresa para responsabilidade da autarquia.