O motociclista Paulo Gonçalves morreu no Dakar 2020, na Arábia Saudita, no dia 12 de janeiro. O piloto português de 40 anos morreu na sequência de uma queda, confirmou no próprio dia a organização do Dakar.

As cerimónias fúnebres decorreram na Igreja Paroquial de Gemeses, freguesia de onde o piloto é natural. Centenas de pessoas fizeram questão de prestar uma última homenagem ao piloto que era conhecido por “Speedy”.

O acidente ocorreu ao quilómetro 276 da sétima etapa, de 12, da corrida, entre Riade e Wadi-al Dawasir, que se estava a realizar naquele domingo. Ao todo, esta prova tinha 546 quilómetros.

A organização da prova foi avisada do acidente às 10h08 (hora local) e, às 10h16, um helicóptero de apoio chegou ao motociclista mas este já estava “inconsciente depois de entrar em paragem cardíaca”. O piloto português ainda foi levado de helicóptero para o Hospital de Layla, em Riade, onde foi declarado o óbito.

Veja as fotografias da homenagem a Paulo Gonçalves na fotogaleria acima da autoria do fotojornalista Octávio Passos.