Destinado exclusivamente à competição, o Leaf Nismo RC é um protótipo concebido para a pista, que finalmente demonstrou a sua eficácia na Europa. Esta versão de corrida do Leaf destina-se a animar competições em circuito fechado, mas visa sobretudo permitir à Nissan provar que os veículos eléctricos podem ser emocionantes, ao mesmo tempo que fornece as condições ideais para o construtor japonês fazer desenvolver os seus produtos, como aliás é habitual na competição automóvel.

Apoiado num chassi mais baixo e largo, que nada tem a ver com o carro de série, homologado para circular em estrada, o Leaf Nismo RC esconde sob a carroçaria – em materiais mais leves, de forma a atingir um peso de apenas 1220 kg – aquilo que verdadeiramente interessa ao fabricante japonês. A começar pelo sistema de dois motores eléctricos, um por eixo, que desenvolvem um total de 326 cv e 640 Nm de torque. Pena é que a Nissan não tenha libertado informações sobre as baterias, que necessariamente serão distintas das utilizadas pelos carros de série.

8 fotos

A possibilidade de dispor de dois motores no Leaf Nismo RC permite à Nissan aprimorar a gestão da tracção, colocando a aplicação da potência ao serviço da eficácia e da segurança, o que o construtor japonês irá aproveitar para os seus SUV, que irá apresentar em breve, pois também eles vão recorrer à tracção às quatro rodas. É esta gestão electrónica que vai permitir tornar um determinado veículo mais eficaz e mais divertido de conduzir, se se tratar de um modelo indicado para circular em asfalto, ou capaz de ultrapassar maiores dificuldades, se assumir características de SUV, com necessidade de circular em todo-o-terreno.

Simultaneamente, a competição vai ajudar a Nissan a desenvolver a gestão de energia, tanto na carga como na entrega de energia para alimentar os dois motores. De recordar que os 326 cv permitem ao Leaf Nismo RC ir de 0-100 km/h em apenas 3,4 segundos, com recurso ao sistema e-4ORCE, de tracção integral, desenvolvido pela Nissan.