O escritor brasileiro Paulo Coelho anunciou esta terça-feira que pretende apagar o rascunho de um livro infantil que se encontrava a escrever em conjunto com o antigo basquetebolista norte-americano Kobe Bryant, que morreu no domingo num acidente de helicóptero.

“Foste mais do que um grande jogador, querido Kobe Bryant. Aprendi muito a interagir contigo. Vou apagar o rascunho agora mesmo. Este livro perdeu a razão de ser”, escreveu na rede social Twitter o autor de “Veronika decide morrer” ou “O Alquimista”.

Os dois mantinham um contacto regular, ainda que por via digital, que se iria traduzir numa obra assinada em conjunto, no que seria um regresso de Bryant às histórias para crianças e jovens.

Em 2017, a curta-metragem de animação “Dear Basketball”, narrada pelo antigo basquetebolista e com textos do próprio, venceu o Óscar de Melhor Curta de Animação, primeiro prémio da Academia para um atleta profissional.

Kobe Bryant, considerado um dos melhores basquetebolistas de sempre, morreu no domingo, aos 41 anos, num acidente de helicóptero nos arredores de Calabasas, no sul da Califórnia, que vitimou nove pessoas, entre as quais a sua filha Gianna, de 13 anos.