As autoridades francesas desalojaram esta terça-feira centenas de migrantes que se encontravam acampados junto à Porta de Aubervilliers, no noroeste de Paris.

A delegação do governo, através de uma mensagem que está a ser difundida pela rede social Twitter refere que vai propor “uma solução de alojamento” a todos os desalojados que pretendam ajuda.

A maior parte das pessoas que se encontravam no acampamento, entre 900 e 1.800 migrantes de acordo com números provisórios, foram transportadas de autocarro para centros de acolhimento e ginásios da zona.

A operação que começou às 6h (5h em Lisboa) terminou três horas mais tarde. Desde 2015, realizaram-se 60 operações do género, em Paris.

Em novembro foi feito o desmantelamento de um acampamento de grandes dimensões, nas Portas de la Chapelle tendo sido retiradas do local 1.606 migrantes e requerentes de asilo.

O chefe da polícia, Didier Lallement, afirmou que os locais dos acampamentos vão ser alvo de vigilância para que não voltem a ser novamente ocupados.