A taxa de inflação anual na zona euro aumentou de 1,3% em dezembro do ano passado para 1,4% em janeiro, e em Portugal de 0,4% para 0,8%, segundo uma estimativa rápida divulgada pelo Eurostat.

Depois de ter registado nos últimos dois meses do ano passado a taxa de inflação anual mais baixa da zona euro (0,2% em novembro e 0,4% em dezembro), Portugal teve no primeiro mês do corrente ano a segunda taxa mais baixa entre os 13 dos 17 países da moeda única sobre os quais já há estimativas disponíveis, apenas à frente de Chipre (0,6%), sendo que o gabinete oficial de estatísticas publicará os dados completos em 21 de fevereiro.

As taxas anuais mais altas foram observadas na Lituânia (2,8%), Luxemburgo (2,7%) e Bélgica (2,6%).

Segundo os dados do gabinete oficial de estatísticas da União Europeia, entre os principais componentes da inflação na zona euro, o setor da alimentação, álcool e tabaco deverá ser aquele com uma taxa mais elevada em janeiro (2,2%, face a 2,0% em dezembro), seguido dos serviços (1,5%, abaixo dos 1,8% registados no último mês do ano passado).