O Festival de Curta-Metragem de Clermont-Ferrand começa esta sexta-feira, em França, com os filmes “Tio Tomás, a Contabilidade dos Dias”, de Regina Pessoa, e “Invisível Herói”, de Cristèle Alves Meira, na competição oficial.

O filme de Regina Pessoa chega a Clermont-Ferrand com um rasto de prémios internacionais, entre os quais o de melhor curta-metragem dos prémios norte-americanos Annie e no festival de cinema de Annecy, em França. O filme foi um dos finalistas à nomeação para os Óscares de melhor curta-metragem de animação.

Em Clermont-Ferrand, “Tio Tomás, a Contabilidade dos Dias” está integrado na competição nacional, uma vez que o filme é uma coprodução entre Portugal, Canadá e França. Na competição internacional do festival está “Invisível Herói”, da realizadora luso-francesa Cristèle Alves Meira, que esteve já nas edições de 2019 dos festivais IndieLisboa e de Cannes. Extra-competição, será também apresentado em Clermont-Ferrand o filme “Entre Sombras”, de Mónica Santos e Alice Eça Guimarães, no programa “European Short Film Audience Awards”.

O Festival de Curta-Metragem de Clermont-Ferrand decorre até 8 de fevereiro. A imagem gráfica do festival é assinada pela ilustradora portuguesa Susa Monteiro.