O trânsito vai estar condicionado no sábado à tarde na Avenida da Liberdade, em Lisboa, devido a uma manifestação “contra o racismo e a violência policial”, tendo a PSP apelado ao “respeito pelos princípios fundamentais ao Estado de Direito Democrático”.

Em comunicado divulgado esta sexta-feira, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP refere que a marcha/manifestação irá decorrer a partir das 14h, entre a Praça Marquês de Pombal e a Praça D. Pedro IV.

Os manifestantes, segundo a PSP, irão concentrar-se no Marquês de Pombal (Parque Eduardo VII), seguindo, depois, o desfile pela Avenida da Liberdade e Praça dos Restauradores até à Praça D. Pedro IV (Rossio).

Assim, a partir das 14h, e enquanto durar o desfile, o corredor entre o Marquês de Pombal e a Praça D. Pedro IV estará encerrado ao trânsito.

Após o início do desfile, as vias laterais da Avenida da Liberdade também serão encerradas ao trânsito, enquanto as artérias adjacentes sofrerão “um forte condicionamento”, indica a PSP.

“Durante a concentração e os respetivos condicionamentos, a PSP procurará garantir o livre direito de manifestação e o direito à livre circulação e liberdade de movimentos dos não manifestantes. Como tal, solicita-se que colabore com as autoridades, respeite as ordens dos agentes e utilize, preferencialmente, os transportes públicos”, lê-se na nota.

A PSP apela ainda a todos os intervenientes para que “a manifestação decorra no respeito pelos princípios fundamentais ao Estado de Direito Democrático”.

“Se considerar necessária a intervenção das autoridades policiais, não hesite em pedir a colaboração de qualquer agente de autoridade através do telefone 21 765 42 42 ou em caso de emergência, ligue 112”, indica a PSP.