Berlina, Sport Tourer, R.S. Line, R.S. e R.S. Trophy – a Renault operou uma renovação em toda a gama Mégane, que chegará aos concessionários já no próximo Verão, com actualizações em matéria de segurança, conectividade e, ainda mais relevante, com uma nova motorização híbrida plug-in (PHEV) de 160 cv.

Denominado E-TECH Plug-in, o novo conjunto motopropulsor associa a nova geração do quatro cilindros a gasolina 1.6 a dois motores eléctricos alimentados por uma bateria com 9,8 kWh de capacidade. Segundo a marca, esta motorização não só usufrui do know-how adquirido pelo envolvimento da Renault na Fórmula 1, nomeadamente na eficácia da regeneração de energia, como envolveu o registo de mais de 150 patentes.

18 fotos

Uma das mais importantes inovações encontra-se na caixa de velocidades multimodo, tal como a que equipará o novo Captur PHEV que chega a Portugal em Junho. A transmissão integra três velocidades mecânicas e duas eléctricas, oferecendo maior eficiência em termos de rendimento por não possuir embraiagem. Com esta opção, os engenheiros da marca conseguiram optimizar a potência e baixar consumos, ao mesmo tempo que a ligação da caixa à unidade eléctrica menos potente assegura o desejável sincronismo, o que se deverá traduzir por uma utilização mais fluida, com passagens de caixa capazes de passar despercebidas.

8 fotos

Tal como o Captur, a versão E-TECH Plug-in do renovado Mégane recorre sempre ao motor eléctrico no arranque, para reduzir consumos e emissões, e anuncia a capacidade de percorrer 50 km em ciclo misto ou até 65 km em ciclo urbano (valores ainda em processo de homologação em WLTP), sem recorrer ao 1.6 atmosférico com ciclo Atkinson. A chegada ao nosso país coincidirá com o lançamento da carrinha Sport Tourer, no Verão, a que se segue a berlina.

18 fotos

De resto, as restantes novidades desta actualização a meio do ciclo de vida do produto são, essencialmente, tecnológicas. Nomeadamente com a inclusão do novo painel de instrumentos digital de 10.2” e do novo sistema multimédia Easy Link 9.3”, tal como acontece no Clio, Captur e Zoe. No domínio das ajudas à condução, o destaque vai para o Sistema de Assistência em Trânsito e Autoestrada. De referir, ainda, que passam a estar disponíveis novos projectores LED Pure Vision e que desaparece a anterior linha de equipamento GT Line. No seu lugar surge a gama R.S. Line, que mantém o público-alvo, ao distinguir-se por uma imagem mais desportiva.