Dark Mode 50,4 kWh poupados com o MEO
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Deputada britânica criticada por mostrar ombro no parlamento e responde: "Não sou prostituta"

Uma deputada britânica participou numa reunião do parlamento com um ombro descoberto. Os internautas não perdoaram o sucedido. Em resposta às críticas, Tracy Brabin diz que não é "uma prostituta".

i

Em causa está um vestido que escorregou e deixou um dos ombros da deputada à mostra

Fotografia retirada do Twitter

Em causa está um vestido que escorregou e deixou um dos ombros da deputada à mostra

Fotografia retirada do Twitter

A deputada britânica Tracy Brabin tem sido alvo de críticas no Twitter, depois da sua presença no debate que houve na Casa dos Comuns, na segunda-feira. As razões não têm a ver com alguma coisa feita ou dita pela deputada, mas sim com a forma como estava vestida: o vestido que escolheu deixava à mostra um dos seus ombros. Nesta quarta-feira, Tracy utilizou a mesma rede social para responder às críticas.

Na terça-feira, uma utilizadora do Twitter questionou se a escolha da deputada era “apropriada” para o parlamento. E Brabin respondeu, mostrando-se surpreendida pelas críticas: “Quem diria que as pessoas podiam ficar tão emocionais devido a um ombro…”

“Olá. Desculpem, não tenho tempo para responder a todos os vossos comentários sobre isto, mas posso confirmar que não sou…. uma vadia, não estou de ressaca, não sou uma prostituta, não estou prestes a amamentar, não sou relaxada, não estou bêbada, não acabei de ser violada ao pé de um caixote do lixo”, escreveu ainda Tracy Brabin na sua conta do Twitter.

Em declarações à BBC, a deputada afirmou que se sentiu responsável por denunciar a situação. “Mulheres em todo o mundo estão a ser demonizadas todos os dias devido ao que vestem”, disse, acrescentado: “Isto é sexismo diário, no qual as mulheres são continuamente julgadas pelo que usam, como se parecem e não pelo que dizem”.

A deputada explicou ainda que tinha estado num concerto nesse dia e não estava à espera de ser chamada para participar na reunião. Quando se inclinou para falar, o vestido escorregou, deixando o seu ombro à mostra. “O contexto disto é completamente absurdo”, disse à BBC, acrescentando que está agradecida a todos os que a defenderam.

Apesar da publicação de resposta às críticas e à explicação, as piadas continuam a inundar o Twitter e os internautas continuam a apontar o incidente.

Não existem regras oficiais em relação à forma como um deputado se deve vestir, escreve a CNN, mas na página do parlamento é aconselhado o uso de roupas que “são normalmente usadas para uma transação formal de negócios”.

Links promovidos

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.