A norte-americana Abigail Spears, campeã do Open da Austrália na vertente de pares mistos em 2017, foi esta quarta-feira suspensa por 22 meses, após acusar positivo num controlo antidoping, informou a Federação Internacional de Ténis (ITF).

A veterana tenista, de 38 anos, detentora de 21 títulos em pares, acusou positivo num controlo antidoping no Open dos Estados Unidos em 2019, com a amostra à sua urina a acusar a presença de substâncias proibidas, nomeadamente prasterona e testosterona.

Em 7 de novembro do ano passado, Spears tinha sido acusada e suspensa provisoriamente pela ITF. A federação internacional aceitou as suas explicações de não ter usado as substâncias proibidas para melhorar o seu desempenho no court, contudo o organismo considerou que o “seu erro foi demasiado grave” e suspendeu-a esta quarta-feira por 22 meses.